Arquivos

Archive for the ‘Entrevistas com Fisiculturistas’ Category

Os Principios de Joe Weider

Os melhores suplementos para Ganho de Massa Muscular
Vai comprar suplementos? Antes compare os menores preços

Joe Weider
Em rara entrevista Joe Weider fala abertamente sobre tudo!

Sem Joe Weider não haveria o fisiculturismo, pelo menos não da forma como conhecemos hoje.

Joe Weider(Na foto o jovem Joe Weider) Embora o auto-proclamado Treinador dos Campeões seja visto por alguns como nada mais do que um grande promotor pessoal – P.T. Barnum – ele é mais do que isso, muito mais na realidade.

Por ter revolucionado a indústria gráfica voltada ao fisiculturismo, fundado a Federação Internacional de Fisiculturismo (IFBB) com seu irmão Ben. Por ter trazido para a atenção do público ícones como Larry Scott, Dave Drapper, Lou Ferrigno e Arnold Schwarzenegger, Joe sozinho fez mais pelo nosso esporte do que qualquer outro homem na história.

Resumindo, Joe Weider ama o fisiculturismo como ninguém, e por mais tempo que qualquer ser humano.
Com sua incrível longevidade no esporte, e seu extenso conhecimento, você deve imaginar que Joe teria muito a dizer sobre fisiculturismo, e você está certo. De fato Joe tem tanto a dizer, que quando pedido que compartilhe seus pensamentos, uma onda de reflexões, idéias, reminiscências, e opiniões surgirão com a incontrolável energia do Rio Colorado.

Se você deseja aprender sobre a inspiradora história de vida do “Mestre Explosivo”, adquira uma cópia do excelente livro Irmãos de Ferro (2006, Sports Publishing) no qual ele e Ben contam como dois meninos judeus pobres se criaram no gueto de Montreal nos anos 30, construíram um império – e de fato uma cultura – com muita determinação e um sonho.

Joe WeiderSe você quer um gostinho de o que Joe Weider, fã número um do fisiculturismo faz em uma tarde típica de Terça–Feira quando se senta cercado por estátuas ornamentais e quadros impagáveis em seu escritório palacial em Woodland Hills, Califórnia, então continue lendo.

FLEX: Aqui estamos no 25° aniversário da revista que desde seu início, se estabilizou como a melhor revista sobre fisiculturismo. Quando você estava juntando os primeiros artigos, imaginava o impacto que teriam?

Joe Weider: Você não pode criar algo grande como uma revista e não acreditar que isso mudará o mundo. Ou então não tem sentido em começar. Há muito espaço para erros em algo deste tipo, então você tem que pensar positivo ou será destruído antes mesmo de começar.

A FLEX foi criada originalmente com foco apenas no fisiculturismo competitivo. No início dos anos 80 na MUSCLE & FITNESS, nós começamos a caminhar mais para o lado do fitness do que do fisiculturismo, então decidimos criar a FLEX em 1983. Os primeiros artigos eram muito curtos, mas nós desenvolvemos em mídia impressa. Eventualmente a revista começou a ganhar forma, e a incluir mais artigos sobre treino e nutrição que faziam parte da cobertura de competições, até se tornar o que é hoje. Eu acredito que é um ótimo produto.

E não, não estou surpreso pelo seu sucesso, porque contratei os melhores para trabalhar nela. Tivemos pessoas como Rick Wayne, Jeff Everson, Bill Reynolds, Jerry Kindela, Julian Schmidt e Tom Deters, e hoje temos Peter McGouth. Tivemos todas estas pessoas inteligentes e ambiciosas que guiaram a revista ao longo dos anos. Além disso, nós cobrimos todos os grandes campeões. É difícil falhar quando se têm caras como Arnold, Lou Ferrigno, e Ronnie Coleman na sua revista.

Você começou seu negócio nas publicações quando tinha apenas 17 anos. Naquele tempo, Bob Hoffman era o rei de tudo relacionado a músculos e força. Você realmente acreditava que poderia superá-lo? Você não tinha nada – alguns dólares, e não tinha nem completado os estudos.

Se eu não acreditasse que poderia, não teria nem tentado! Quando falei para minha mãe o que eu queria fazer, ela disse: “Como você acha que vai competir com ele? Você é apenas um garoto vivendo em Montreal! Ele é um multimilionário. Ele tem sua própria indústria. Sua própria compania, York Barbell. Quem você pensa que é para competir com ele?”

Joe Weider(Na foto Joe com 17 anos) Ela continuou: “É melhor você trabalhar para o seu pai amanhã de manhã na fábrica e aprenda um ofício. Ou então você será um bobo.” O que você acha disso? Ela estava certa.

Ela continuou, “É melhor você trabalhar para o seu pai amanhã de manhã na fábrica e aprenda um ofício. Ou então você será um bobo.” O que você acha disso? Ela estava certa.

Ela estava certa?

Ela estava certa em se preocupar com seu filho. Quem eu pensava que era para superar o idiota do Hoffman?

Você não gostava dele.

Quando a revista “YOUR PHYSIQUE” foi lançada, ele nem deu muita atenção. Mas quando ela começou a crescer, ele tomou conhecimento e começou a me atacar em sua revista. O que ele não percebeu, no entanto, foi que isso era bom. Veja, quando ele me atacava, eu respondia em minha revista. Então as pessoas queriam ver o que eu iria dizer.

Joe Weider
Já que as academias eram raridade em Montreal nos anos 30, uma boa opção de treino era ao ar livre. Aqui Joe ergue quase 100 kg durante um encontro de levantadores de peso.

Naqueles dias era muito difícil entrar em circulação. Mas Hoffman estava lá por muitos anos, então tinha uma boa circulação. E lá estava eu, atraindo todos estes leitores, graças aos ataques dele a mim! Todos queriam saber,”Quem é esse garoto? Como ele pode competir com Hoffman?” Sinceramente, o tiro saiu pela culatra. Ele estava me promovendo.

Quando você finalmente o superou?

No final dos anos 40, Hoffman não era um cara muito legal. Ele costumava idolatrar Hitler, o que o baniu do Canadá. Ele se referia a mim como “aquele JU-DEU” no Canadá. E então começou a dizer que eu estava mentindo sobre minhas medidas e sobre os pesos que conseguia levantar. Eu me perguntei: Como vou provar que ele está mentindo sobre mim?

Então tive uma idéia. Você sabe quem foi Sigmund Klein?

Sim.

Bem, Sigmund Klein tinha uma bela academia em Nova Iorque. Ele tinha aqueles halteres bonitos, com globos nas pontas. Ele escreveu para Hoffman; o exautando. (John) Grimek o exaltou. Eles todos eram amigos.

Joe Weider(Joe publicou 17 revistas diferentes no auge de suas operações.) Então um dia, eu disse, Vou ver Sigmund. Eu sabia que ele era um cara legal. Eu o encontrei, e disse a ele, “você se importaria de tirar minhas medidas?” E ele disse, “Não de forma alguma!”

Então tirei minha camisa e ele tirou algumas medidas. Depois ele quis ver o quão forte eu era. Eu peguei um daqueles alteres – pesava uns 45 kg – e eu o ergui sobre minha cabeça com uma das mãos apenas. Naquela época no Canadá, eles nos faziam realizar todos os exercícios muito corretamente. Daí peguei os alteres mais pesados que ele tinha e dei uma volta na academia com eles, e ele ficou realmente impressionado.

Após tudo isso, perguntei a ele, “Sig, você se importaria se eu publicasse tudo isso – minhas medidas, os pesos que levantei, e que você esteve aqui como testemunha?” Ele disse, “Não, vá em frente!” Então eu publiquei, e Hoffman não pode dizer uma palavra. Ele não poderia negar a verdade depois disso.

Isso foi esperto. Gostei disso.

É, mas daí ele ficou bravo, e me desafiou para uma competição de levantamento de pesos. Ele continuou falando como eu não era bem desenvolvido, como eu era fraco. Então eu disse, “OK, vamos nos encontrar.” Daí ele mudou de idéia. “Quero lutar com você – boxear com você. Mas sem luvas.”

Isso é loucura.

Ele era maluco! Eu disse a ele, “Não podemos lutar sem luvas. É contra as regras.” Mas ele nem ligava. Ele estava muito irritado comigo. Ele tinha todo o poder até eu chegar, e de repente, estava ameaçado.

Você já mencionou em diversas ocasiões que enquanto se sente feliz em ver como o fisiculturismo progrediu ao longo dos anos, você sente que sua mensagem original nunca atingiu ao público totalmente.

Fisiculturismo não é só criar grandes músculos. Não é este o princípio. Com certeza, eu acho ótimo todos esses caras competindo em tantas competições, mas eu não gosto das drogas. Não é isso que o fisiculturismo significa para mim. Eu sei que se vem fazendo coisas para ganhar vantagem por um tempo, mas agora está exagerado.

Musculação é uma atividade saudável. Que te da vida. Te deixa mais forte, não só fisicamente mas mentalmente. Ainda em 1950, eu previ que a musculação seria a atividade mais praticada por pessoas envolvidas em esportes e fitness, e isso é verdade. Naquela época, um atleta seria expulso de sua equipe se levantasse um peso. Hoje, se você não treinar com pesos será expulso de sua equipe!

Joe Weider(Checando a qualidade, Mr. AMERICA antes do lançamento.) Eu não acho que as pessoas dão o verdadeiro valor ao fisiculturismo. É a melhor atividade para saúde física e mental do mundo. E muitas pessoas pensam que é só criar músculos enormes e posar nos palcos, mas fisiculturismo é muito mais do que isso.

Desde o início, eu queria que o fisiculturismo fosse visto não só como um caminho de ganhar músculos enormes, mas também um caminho de ser saudável. Receio que esta mensagem tenha se perdido no caminho, e eu ainda tento passa-la.

Você sente que a percepção das pessoas sobre fisiculturistas deve mudar para que entendam esta mensagem?

Com certeza. Quem quer admirar um cara que mal consegue se mover direito e não parece saudável? Eles querem ver caras e garotas bonitos de se admirar. As pessoas deveriam olhar um fisiculturista e dizer, “Está aí alguém com o qual eu gostaria de parecer.”

Joe Weider
Joe e Betty Weider foto de casamento.

Fisiculturistas são heróis para algumas pessoas, e deveriam parecer heróis. Eles devem se vestir corretamente também. Eles devem ser apresentáveis. Se você observar as roupas que alguns usam em competições, aquilo não é apropriado, especialmente as mulheres. Muitos deles usam roupas que os fazem parecer baratos. Eles não são baratos, mas eles parecem ser por causa de suas roupas, maquiagem e cabelo. Se quiserem ser aceitos pelo público, devem parecer mais apresentáveis.

Eu acho que deveríamos ter estilistas trabalhando junto com os atletas, assim como nos filmes e na TV. Se você está nos olhos do público, você deve sempre estar na sua melhor aparência.

Então se você pudesse mudar…

Posso te interromper aqui e falar um pouco do Arnold?

Claro.

Joe Weider
Joe com o irmão Ben – fundaram a IFBB em 1947 que no início dos anos 60, revelou estrelas como Larry Scott (em pé entre os irmãos).

Eu acho importante falar sobre o Arnold, porque ele sempre foi uma pessoa incrível para o fisiculturismo. Ele é uma pessoa única e incomparável. A primeira vez que o vi ele ficou com o segundo lugar no (IFBB) Mr. Universo em 68. Depois que ele perdeu, eu o vi nos bastidores, tocando o troféu do vencedor e admirando o troféu. Eu vi então que ele era um campeão.

Eu vinha procurando por alguém que fosse a estrela do fisiculturismo. Eu gostei de Larry Scott, mas ele era muito tímido. Pensei que Dave Draper poderia ser “o cara”, mas ele era ainda mais introvertido do que Larry. Então, quando Arnold chegou, eu sabia que achado o que estava procurando. Mesmo ele não falando uma palavra em inglês naquele momento, todos o adoraram.

Normalmente, nos bastidores de uma competição, os caras estavam nervosos, olhando tudo ao redor e observando a competição. Mas quando Arnold chegava ninguém tinha problemas com ele, e ele era o maior na apresentação! Ele é um rapaz adorável.

Joe Weider
Joe “descobriu” este Autríaco de 20 anos em 68. Advinha o que aconteceu com ele?

Outra característica de Arnold é que ele nunca esquece seus amigos. Haviam caras que treinavam na Gold’s Gym naquela época em que ele estava por lá. Eles não eram nada especiais. Eram caras normais, não eram competidores nem nada. E eu vejo Arnold se lembrar desses caras ao longo de todos esses anos, e ele ainda tem tempo para eles. Ele nunca esquece ninguém e mantêm seus amigos por toda vida. Nós somos amigos por quase 40 anos, e ele conhece Franco Columbu a mais tempo do que eu.

Arnold é bom para o fisiculturismo. Ele representa os fisiculturistas muito bem porque é inteligente e carismático. Antes de Arnold, as pessoas pensavam que fisiculturistas eram um bando de caras estúpidos, que eram muito preguiçosos para trabalharem. Mas as pessoas olham para Arnold e vêem um cara esperto. Eles vêem um líder, alguém cheio de vida e carisma. Arnold mudou a forma como as pessoas vêem o fisiculturismo.

Joe Weider

Legendas da foto acima:

  1. Checando cromos com Mike Metzer, Jack Neary e o homem lente Artie Zeller.
  2. No Saguão do 21100 – Rua Erwin nos anos 70.
  3. Equipe de Weider nos anos 80 incluindo lendas como Bill Reynolds (esquerda), Rick Wayne (segundo a esquerda) e Julian Schmidt (terceira da direita).

Você acreditava naquela época que o fisiculturismo seria algum dia tão grande quanto é hoje?

Claro que sim. De fato eu previ que seria, assim como previ que ele nos salvaria de nós mesmos.

Esta é uma declaração audaciosa.

Quando garoto eu fiz essa previsão e esteve certo disso. Você deve se lembrar que quando eu falo sobre fisiculturismo, não estou apenas falando sobre músculos grandes. Diga-me, se você faz qualquer atividade que modele seu corpo, o que você é?

Fisiculturista?

Sim! Se você é uma mulher que só quer tonificar os braços um pouco, você é uma fisiculturista. Se você quer ser mais saudável e forte levantando pesos ou por outra forma de exercício, você é um fisiculturista. Fisiculturismo é mudar para melhor, não somente crescer enormemente. Uma vez que você decide mudar para melhor, você pode fazer tudo o que quiser melhor.

Quando eu era novo, eu costumava ler muito sobre ciência e filosofia. Interesso-me muito por desenvolver a mente, não somente o corpo, e acho que todos deveriam se interessar também. De que vale músculos grandes e fortes se sua mente não está desenvolvida? Você precisa estar em equilíbrio. Tudo no universo está em equilíbrio. Você empurra, você puxa. Se está dia aqui, está noite ali. Fisiculturistas necessitam de equilíbrio também.

Joe Weider
Joe divide a foto no Olympia 2007 com Arnold e sua esposa Maria, à direita da foto a esposa de Joe Betty, e o irmão Ben.

E aquelas pessoas que estão desequilibradas no sentido oposto, Desenvolvendo muito o cérebro, e pouco o corpo?

Olhe para todas essas pessoas. Tendo tendinites, ficando corcundas, com o pescoço emperrado, tenso. Eles não fazem nenhuma respiração profunda. Eles passam o dia todo em frente a seus computadores, se deteriorando. Eles nem respiram ar de verdade nesses escritórios. E então seus olhos começam a ficar ruins por encarar um monitor o dia todo. Às vezes eu acho que o computador é um inimigo da humanidade. Eu acredito que você deva estimular seu corpo a cada hora, nem que seja por um minuto apenas. E então quando você voltar para o computador, se sentira renovado, pois fez algo bom para o seu corpo. Eu quero escrever uma matéria sobre isso.

Joe Weider(Divertindo-se com sua estátua.) Aqui vai mais uma de minhas previsões. Eu vi isso, pois em 1950, as pessoas estavam nervosas. Os tempos estavam mudando. Mudamos de uma cultura baseada na agricultura para uma baseada na ciência, e isso trouxe muitas discussões. Então eu previ que “a arte do relaxamento, um dos princípios fundamentais no fisiculturismo será mais e mais importante na medida em que as tensões crescem, e o relaxamento será universalmente difícil e partidário.”

Gostei dessa.

Hoje em dia você tem yoga e isso e aquilo. Você deve encarar a atividade física como uma forma de relaxamento, uma idéia que não existia em 1950. Eu ainda previ que “o resultante aumento na doença mental e física forçará o mundo a reconhecer a importância do exercício e das atividades físicas,” o que é o que esta acontecendo agora.

Estes são meus mandamentos, todas as minhas previsões. Eu era apenas um garoto, mas todas se tornaram realidade. Fisiculturismo é uma potencia tão grande na nossa sociedade hoje em dia.

Joe Weider(Lendo suas cartas semanais.) Você precisa de amor. Você precisa de alma. Posso dizer que você ama o fisiculturismo como eu. Você precisa disso para escrever para uma revista de fisiculturismo (ou para traduzir tudo isso para um site). É por isso que você é bom no que faz. Você precisa de paixão para este tipo de coisa. Você não se casa com uma mulher se não estiver apaixonado por ela. E você precisa de fotos boas nas revistas. Sempre tivemos ótimos fotógrafos.

Como Arte Zeller.

Vou te falar sobre Artie Zeller. Artie trabalhava nos correios e costumava vir à academia e tirar fotos das pessoas. Um dia, Ele estava na academia e me mostrou algumas de suas fotografias. Ele perguntou, “esta não é uma foto linda?” então eu disse, “Veja, o mundo todo admira a Califórnia. Aqui temos areia, Sol, palmeiras.” Então Artie começou a tirar fotos ao ar livre, na praia. De Arnold, Betty (esposa de Joe) e Dave Draper e todas as garotas bonitas com pranchas de surf, e tivemos ótimas capas dessas fotos. Aqueles tempos eram incríveis.

Ainda há tempos incríveis por vir.

Eu acredito que o fisiculturismo sempre terá um ótimo futuro, assim que as pessoas percebam que esta é a melhor forma de exercício que podem fazer. Esta é à base de toda atividade física, seja ela atlética, construindo grandes músculos, ou o fitness em geral. Fisiculturismo é à base de todos esses esportes.

Vou te dar um exemplo. “Qual a melhor forma de alongamento?”

Desisto.

Fisiculturismo! Olhe todas aquelas pessoas que deitam no chão, colocam um travesseiro de baixo de suas costas e fazem um alongamentozinho. Eles colocam os pés numa almofada ou numa bola e o fazem. Mas nós já fazemos “levantamento terra”! Não só você está alongando seus músculos como os fortalecendo também. Porque perder seu tempo em uma almofada se você poderia estar construindo seu corpo?

Sabe, eu deveria escrever uma matéria sobre isso.

Você deveria Joe.

Ainda tenho tanta coisa para falar. Ainda há uma mensagem sobre fisiculturismo que precisa chegar às pessoas como uma força para o bem. Enquanto as pessoas abraçarem o fisiculturismo e fizerem disso parte de suas vidas, acho que tudo estará bem.

JOESTRADAMUS

Em 1950, Joe Weider publicou uma lista de previsões sobre o impacto do fisiculturismo em relação a tudo, de doenças a políticas globais. Ele teve pressentimentos. Aqui algumas de suas previsões.

  • “Eu prevejo que o fisiculturismo se espalhará a cada esquina do mundo e será um dia reconhecido como o rei de todos os esportes e atividades físicas.”
  • “Eu prevejo que aqueles que praticam o fisiculturismo viverão mais, melhor, e mais felizes.”
  • “Eu prevejo que o fisiculturismo será um dia uma das grandes potencias em existencia, e será aclamado como uma das atividades que salvaram a civilização dela mesma.”

Os melhores suplementos para Ganho de Massa Muscular
Vai comprar suplementos? Antes compare os menores preços

A Musa da Luta de braço – Sarah Backman

Os melhores suplementos para Ganho de Massa Muscular
Vai comprar suplementos? Antes compare os menores preços

A musa da luta de braço continua treinando forte. Nesta quarta-feira, a sueca Sarah Backman postou nas redes sociais uma foto de seu treinamento pesado, mostrando seus músculos impressionantes. Em abril, ela esteve no Brasil na feira esportiva do ator e ex-fisiculturista Arnold Schwarzenegger e chamou atenção por sua beleza.
– Motivada para voltar para onde eu quero – publicou a loira.
sarahbackman-_lutadebraco_facebook

Sarah Backman mostra seu braço durante treinamento pesado (Foto: Reprodução / Facebook)
No evento no Rio de Janeiro, Sarah perdeu por 5 a 0 para a brasileira Gabriela Vasconcelos em revanche. As duas já haviam se enfrentado em outubro do ano passado, em Madri, quando Gabi foi derrotada por 5 a 1.
A luta de braço virou um esporte oficial internacionalmente em 1967, com a fundação da Federação Mundial (WAF), que hoje já tem cerca de 120 países filiados. No Brasil, a modalidade se tornou oficial 10 anos depois. O país esteve presente em todos os campeonatos mundiais realizados até hoje, desde 1980.

Os melhores suplementos para Ganho de Massa Muscular
Vai comprar suplementos? Antes compare os menores preços!

Schwarzenegger diz como chegou aos 56 cm de braço…

julho 19, 2012 1 comentário

 Os melhores suplementos para Ganho de Massa Muscular
Vai comprar suplementos? Antes compare os menores preços

Depoimento de Arnold Schwarzenegger.

Como cheguei aos 56 cm de braço!
Rosca direta roubando:
Esse era o meu principal. Usava mais peso que normal para sobrecarregar os bíceps. Mas, você deve ter cuidado, para fazer com que o exercício seja mais difícil e não mais fácil. Qualquer um pode encher uma barra de peso e fazer movimento, usando o corpo todo para isso. Aprender como executar a rosca direita dessa maneira leva algum tempo.
Eu usava uma pegada na barra com uma largura um pouco maior que a dos meus ombros, tendo o cuidado de, na parte superior do movimento, não deixar a barra descansar no ombro, para que os bíceps não perdessem a contração.
Faça 1 x 10 , 1 x 8, 2 x 6. Sua ultima série tem que ser a mais pesada; se puder, arrume um parceiro para ajudar.
Rosca inclinada com alteres:
Nesse segundo exercício, eu utilizava um banco inclinado – e o segredo aqui, é conseguir a máxima extensão dos braços ao descer os alteres. Uma regra básica é que, quanto mais o músculo for alongado no inicio do movimento, maior pode ser contração no final.Faça 5 séries de 8 a 10 repetições.
Rosca alternada com halteres:
Esse é um grande exercício para os bíceps, que permite isolar com eficiência esse grupo muscular. Faça sempre supinado os pulsos, aumentando a contração do músculo.Lembre-se: somente os antebraços se movimentam. Procure manter os bíceps colados ao lado do tronco.
Rosca concentrada com halteres:
Esse exercício é fantástico para dar a forma de picos ao bíceps. Muitas pessoas fazem sua rosca concentrada sentadas em um banco, ou apoiando o braço nos joelhos; eu prefiro a forma livre, sempre a forma correta.Faça 5 séries de 10 a 12 repetições com cada braço.
Um dos grandes segredos esta em saber treinar com o máximo de dedicação, para conseguir o máximo de resultados. Não se consegue desenvolver braços grandes sem um treino duro e dedicado. Eu digo brutal e duramente. Cada série deve levar o músculo á completa exaustão e, além disso, usando repetições forçadas, drop-sets e outros métodos.
Eu gostava de dividir minha rotina de bíceps em dois grupos distintos: um, com movimentos corretos, e outro, utilizando “roubo”. Nos movimentos corretos, eu fazia com meu braço ficasse em contato com alguma superfície como na rosca concentrada ou rosca Scott e já no outro caso, isso não acontecia, no caso da rosca direta e rosca alternada. Eu sempre preferi esses tipos de exercícios, dos movimentos livres. Meus dois principais exercícios para ganhar massa eram a rosca direta (usando o roubo) e a rosca com hateres, no banco inclinado. Treinava duas vezes por semana, com cargas pesadas, 5 series de 6 a 10 repetições cada.
Já nos exercícios de qualidade, preferia rosca alternada com halteres e rosca concentrada, também com 5 series de 6 a 10 repetições. Esses quatro exercícios, normalmente, constituíam minha rotina de bíceps.
Se os fizesse corretamente, não precisava de nenhum outro.

 Os melhores suplementos para Ganho de Massa Muscular
Vai comprar suplementos? Antes compare os menores preços
 Entre no Chat “Super Treino”

Entrevista com Jay Cutler

outubro 21, 2009 2 comentários
  • → Loja de suplementos
  • VAi comprar suplementos? Compre pelo menor preço aki!! Entre no Chat “Super Treino”


    Jay Cutler é um ícone americano no bodybuilding. No Mr.O de 2005, Jay ocupou a segunda colocação, perdendo novamente para Ronnie Coleman.Na sua casa, em Las Vegas, muito bem decorada, logo fomos ao escritório, onde Jay me mostrou sua caixa de email, onde continha 374 emails, nos quais diziam: “O Sr. real Olympia,” “você foi roubado” e “você é o homem.” Enquanto nós demos uma volta e fomos para a sala aonde quis saber mais da sua vida fora dos treinos.

    Flex: Você tem algum hábito estranho?
    Jay: Eu escovo meus dentes 10 vezes ao dia e tomo banho cinco vezes um dia. É muito bonito uma rotina para mim.

    Flex: Poderia você dizer-me uma coisa que ninguém sabe sobre você?
    Jay:Eu sou um homem de casa. Eu não gosto muito de sair de casa

    Flex: O que você leva na sacola ao ir para academia?
    Jay: Aminos BCAA, queimadores – tipo Hydroxycut, -e ,claro cintas de pulso, uma correia, envoltórios do joelho e uma toalha.

    Flex: Após uma competição, qual é a primeira coisa que você faz?
    Jay: Visito minha família.

    Flex: Que carros você possui?
    Jay: Dois BMWs e uma Mercedes.

    Flex: Sua família possui uma companhia de construção. Você ajudou na construção de sua casa?
    Jay: Ah! Não, mas eu fiz a decoração da casa.

    Flex: Qual é melhor parte e a pior sobre viver em Las Vegas?
    Jay: A melhor parte são as noites de verão e a parte pior são os ventos do inverno.

    Flex: Qual o seu maior medo?
    Jay:Não ir bem numa competição ou nem sequer ficar entre os cinco melhores numa competição.

    Flex: Qual a sua maior realização?
    Jay: Minhas três vitórias no Arnold Classic.

    Flex: Qual é seu objetivo principal na vida?
    Jay: Ganhar bastante dinheiro para ter uma vida financeira estável.

    Flex: Você tem alguma mania?
    Jay: Eu sou um colecionar de tênis para treinar.

    Flex: Que tipo de livros você lê?
    Jay :Histórias de sucesso. Meu livro favorito é um livro de Lance Armstrong chamado “Not about the bike”

    Flex: Você dorme em uma cama reforçada?
    Jay :É uma cama grande, bem estável e bonita.

    Flex:Tem você quebrado sempre uma cadeira?
    Jay: Sim, eu tenho. Inclusive algumas são feitas por encomenda, e bem reforçadas.

    Flex: Pode você quebrar uma noz em seu biceps?
    Jay :Eu nunca tentei.

  • → Loja de suplementos
  • VAi comprar suplementos? Compre pelo menor preço aki!! Entre no Chat “Super Treino”
  • Dorian Andrew Mientjez Yates

    outubro 21, 2009 Deixe um comentário
  • → Loja de suplementos
  • VAi comprar suplementos? Compre pelo menor preço aki!! Entre no Chat “Super Treino”

    Nome Dorian Andrew Mientjez Yates
    Data de Nascimento 19 de Abril de 1962
    Local de Nascimento Birmingham, Inglaterra
    Altura / Peso On 1,79m / 115 kg -118 kg
    Títulos 1984 Mr. Birmingham novice; 1985 Novice West Coast (England); 1986 EFBB British (peso pesado); 1988 British Championships; 1991 NOC; 1991 GP Inglaterra; 1992 Mr. Olympia; 1992 GP Inglaterra; 1993 Mr. Olympia; 1994 GP Alemanha; 1994 GP Espanha; 1994 GP Inglaterra; 1994 Mr. Olympia; 1995 Mr. Olympia; 1996 Mr. Olympia; 1996 GP Espanha; 1996 GP Alemanha; 1996 GP Inglaterra; 1997 Mr. Olympia.

    Ocupação
    Atualmente estou envolvido com negócios de suplementação esportiva, além disso, tenho a Academia Temple na Inglaterra.

    O maior destaque na carreira
    Provavelmente a minha segunda vitória no Mr. Olympia, por que foi ali que deixei minha marca no esporte e passei a dominá-lo.

    A maior decepção na carreira
    A maior decepção foi uma lesão. Eu estourei meu bíceps e tríceps.

    Quem ou o que motivou você a começar no fisiculturismo?
    Basicamente, as revistas do Joe Weider. Poder ler sobre os campeões desse esporte realmente despertou a minha paixão pelo fisiculturismo.

    Exercício favorito
    Eu tento não ter um exercício favorito porque todos eles são importantes. Em geral gosto de exercícios básicos e bem pesados como o leg press.

    Exercício que menos gosta
    Eu não diria que tenho um exercício que eu menos goste de fazer. Os exercícios que eu menos gosto, são aqueles que eu não considero funcionais, então eu não os faço mesmo. Upright rows (remada em pé) é um bom exemplo.

    Comida de dieta favorita:
    Oatmeal

    Comida Junk favorita
    Sorvete. De preferência da marca Ben & Jerry’s.

    Música
    Reggae

    Programa de TV
    Eu não assisto muito TV. Basicamente eu gosto de ver programas sobre vida selvagem, tipo National Geographic. Dos programas mais comuns eu gosto do “Friends” e “NYPD Blue”.

    Filme
    Coração Valente

    Ator e Atriz
    Al Pacino / Marilyn Monroe

    Descreva-se
    Honesto, trabalhador, durão. Um tipo quieto, pouco extrovertido. Gosto de tratar as pessoas do mesmo modo que eu gostaria de ser tratado. Espero que se lembrem de mim desse jeito.

    Qualidades que você mais admira nos outros
    A primeira coisa que vem à minha cabeça é a integridade.

    Férias perfeitas
    Algum lugar muito ensolarado, porque na Inglarerra o tempo não costuma ser bom. Lugares que gostei de visitar foram o Havaí e a Jamaica e por isso eu gostaria de voltar lá.

    O que você acha que o futuro guarda para o fisiculturismo profissional?
    Eu não sei. Se conseguir entrar nas Olimpíadas, acho que isso vai ajudar o esporte. Mas não estou muito certo pois há uma falta de renovação dos profissionas, pelo que me consta. A qualidade dos caras que estão entrando no fisiculturismo não é tão boa quanto era há alguns anos. A maioria dos que estão no topo já estão lá a muito tempo e ainda não há ninguém que possa substituí-los. Precisamos olhar na raiz do esporte, ou seja, os caras jovens, e encorajá-los para chegar lá.

    O que você acha dos novatos como o Dexter Jackson e Markus Ruhl?
    Eles são bons profissionais mas não são for a de série. Eles não estão no mesmo nível de um Shawn Ray, Kevin Levrone ou Flex Wheeler.

    Qual é a dica mais importante que você pode dar para alguém que quer competir no fisiculturismo?
    Você precisa dar um passo de cada vez. Comece indo a pequenas competições locais e trace seus objetivos. Não sonhe muito alto.

    Numa recente pesquisa com leitores da revista FLEX, você foi o segundo bodybuilder mais votado do século 20. O que tem a dizer sobre isso?
    Eu fiquei bem feliz com o resultado. Sabia que o Arnold ia ganhar a maioria dos votos por causa da exposição que ele tem na mídia e pelo o que ele fez pelo esporte. Não acho no entanto, que isto reflita no seu físico. Por sinal, acho que o físico dele não é o melhor de todos os tempos, mas, talvez ele seja o maior bodybuilder em virtude do fato dele ser bem conhecido. Dito isto, estou muito satisfeito de ser o segundo, pois isso significa que eu sou o melhor fisiculturista no que diz respeito ao físico.

    Descreva um dia típico
    Na época em que competia, eu poderia te dizer isso. Mas no momento é diferente o tempo todo, porque estou fazendo muitas coisas diferentes ao mesmo tempo, como viajar pelo mundo todo. Não é nada regimentado como costumava ser. A maior parte do tempo tenho viajado mas tento, sempre que possível, treinar na parte da manhã.

    Termine esta frase – “A maioria das pessoas ficariam surpresas se descobrissem que……”
    …a minha personalidade não é aquela mostrada nas revistas, apesar daquilo corresponder a uma parte dela. Existe outra parte minha que as pessoas não vêem. Sou bastante sensível e me interesso por vários assuntos fora do fisiculturismo. Tenho muito interesse em vida selvagem e conservação da natureza. Também acho que tenho bastante senso de humor e essa parte da minha personalidade não aparecia quando estava nos palcos, ou nas revistas, porque tinha que ser muito sério naquilo que estava fazendo.

    Qual a sua opinião sobre essas pessoas?
    Ronnie Coleman
    Acho que ele tem um físico excelente. Ele trouxe características como dureza dos músculos e tamanho para um nível superior. É bastante surpreendente que no início da carreira dele ele não tenha obtido boas colocações. E ainda assim ele conseguiu tornar-se um Mr. Olympia. A maioria das pessoas que atingem um nível de Mr. Olympia começaram obtendo colocações já no topo. O Ronnie começou ficando em oitavo, nono e décimo lugar por alguns anos, depois ele melhorou muito e chegou lá. Ele é um grande Mr. Olympia por causa do seu método de trabalho: Ele trabalha duro e é muito dedicado.
    Lee Haney
    Lee é um grande campeão. Ele era o Mr. Olympia quando comecei no Olympia, então ele era alguém em quem eu me espelhava. Dito isto, eu acho que na época dele o nível não era dos maiores como é agora, então para ele era mais fácil estar à frente dos demais, até o momento em que eu apareci. Mas ele é um grande campeão, uma boa pessoa e um homem de família.
    Joe Weider
    Muitas pessoas dizem várias coisas ruins sobre o Joe, mas eu só tenho coisas positivas para dizer sobre ele. Sem ele não haveria Mr. Olympia e sem suas revistas, o nosso esporte não seria promovido. Ninguém saberia quem é Dorian Yates se não houvesse a Muscle & Fitness e a Flex. Me sustentei vivendo do esporte só por causa dele.
    Flex Wheeler
    Flex é um bom amigo. Nos tornamos amigos em 93 quando fizemos um guest posing juntos. Ele é um cara com um grande potencial e um ótimo físico. O Flex tem o potencial de se tornar um Mr. Olympia, mas eu não sei se ele tem a vontade necessária. Ele não aproveita ao máximo este potencial.
    Shawn Ray
    Um dos maiores fisiculturistas do mundo. Ele possui um excepcional físico e por isso está sempre entre os 5 ou 6 primeiros no Mr. Olympia. O Shawn já está no nosso esporte há muito tempo, então temos que respeitá-lo pela sua regularidade e pelo fato de que ele é um dos melhores. Eu não acho que ele vá se tornar um Mr. Olympia. E também acho que ele nunca deveria ter sido Mr. Olympia, apesar de todo o falatório dele nas revistas. Eu nunca encarei ele como uma ameaça na época em que competíamos juntos.

    O Shawn Ray fez alguns comentários não muito agradáveis sobre você – afirmando que você não era um bom representante do fisiculturismo devido à sua introspecção. O que tem a dizer sobre isso?
    É uma questão de opinião. Acho que representei bem o esporte. Fui um atleta dedicado e motivei muitas pessoas a começarem a treinar e a melhorar suas vidas. Eu não fiz o que Shawn Ray faria se ele fosse Mr. Olympia, mas o fato é que ele não é o Mr. Olympia, sendo assim ele não tem escolha.

  • → Loja de suplementos
  • VAi comprar suplementos? Compre pelo menor preço aki!! Entre no Chat “Super Treino”
  • Seguir

    Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

    Junte-se a 944 outros seguidores