sheila carvalho

O “tchan” de Scheila Carvalho vem dos shakes de proteína

O segredo de Scheila Carvalho para manter a boa forma e a saúde, aos 35 anos, depois de uma gravidez e 11 quilos perdidos, não está somente na malhação na academia e na comida. O “tchan” da morena vem dos shakes de proteínas.

Eles prometem ganhos de músculos, aumento da capacidade para atividades físicas e até emagrecrimento, mas a bebida não é recomendada para todas as pessoas. Por isso, antes de tomar, consulte seu médico.

— Na minha dieta, o que não pode faltar são os shakes de proteína. Para mim, eles não têm gosto muito bom, mas é o que complementa minha rotina de exercícios para a boa forma — revela a morena de corpo escultural.

Shakes não valem refeição

No último dia 20, Scheila Carvalho passou o dia em Belo Horizonte, participando de eventos. Depois de um pulinho rápido no hotel, mais compromissos. São em dias assim que a morena acaba pulando as refeições e recorre aos shakes de proteína:

— Só tomo quando não tenho tempo de almoçar ou jantar. Mas tem de ser de três em três horas.

A nutricionista especializada em treinamento de atletas Bianca Evans explica que há dois tipos de suplementos no mercado. Os que proporcionam ganho de massa muscular e os que ajudam na redução de peso.

— Para aumento de massa são indicados os de proteína e caloria. Já os de redução de peso são ricos em vitaminas e nutrientes, mas têm a quantidade de calorias reduzida — afirma.

Segundo ela, deve-se ficar atento às informações nutricionais do produto e só comprá-lo sob recomendação de um especialista. Além disso, eles não devem substituir mais de duas refeições.

— Há produtos que contêm substâncias nocivas à saúde. Não é recomendável consumir os que possuem gordura vegetal hidrogenada, que aumenta o colesterol. Opte pelos de vitaminas, minerais, carboidratos, fibra e gordura insaturada — recomenda Bianca.

Os shakes são vendidos em farmácias e mercados, a preços que variam de R$19 a R$400.

As proteínas, no entanto, também estão no cardápio de Scheila:

— Meu café da manhã, por exemplo, além de frutas, tem pão francês e clara de ovo — conta a morena, que tira dos suplementos a energia para manter um nível pesado de atividade física.

— Levanto 200 quilos no aparelho Legpress (para coxas). Não vivo na academia, mas quando estou lá, o treinamento é forte — explica.

E, apesar da boa forma vir da alimentação e dos exercícios, como toda mortal, Scheila também tem medo de celulite e rugas.

— Faço drenagem e bebo muita água. Se eu relaxar, a celulite me ataca — revela: — Vou começar a fazer sessões do aparelho Velashape, que ajuda a eliminar flacidez e gordura localizada, na clínica Volpe, em